Publicado em 25/02/2018 às 18h29

2ª Vice-Presidente comemora 10 anos de posse como desembargadora

A- A+
Desembargadora Maria da Graça em seu Gabinete

“O poder não me fascina, nunca me fascinou e jamais me fascinará, mas a paz, a liberdade, a justiça e o trabalho me encantam.”

Acima a frase da Desª. Maria da Graça Osório Pimentel Leal que neste domingo (25) completou 10 anos de posse como desembargadora neste Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Natural de Livramento de Nossa Senhora, cidade baiana, a Desª. Maria da Graça tem uma longa jornada voltados aos ideais expressos pela frase que inicia o presente texto.

Ao longo de sua vida acadêmica exerceu o ofício de Secretária-Geral do Diretório Acadêmico da Faculdade de Direito da UFBA, tendo mais tarde sido oradora da turma de bacharelandos do ano de 1971 na Faculdade de Direito da Universidade Católica de Salvador, onde diplomou-se. Exerceu a Advocacia, foi Consultora Técnica da Secretaria de Agricultura, lotada no Instituto de Terras da Bahia, também no mesmo órgão foi Supervisora de Execução do P.D.R.I., Coordenadora Jurídica do P.D.R.I. e Assessora Jurídica do Instituto de Terras da Bahia. Ingressou na Magistratura do Poder Judiciário do Estado da Bahia por meio de concurso público, tendo tomado posse em 28 de março de 1981 como Juíza de Direito lotada na Comarca de Paramirim. Após, exerceu a magistratura também nas comarcas de Itororó, Vitória da Conquista, além de atuar como Juíza Substituta e Plantonista nas comarcas de Macaúbas, Oliveira dos Brejinhos, Ibotirama, Boquira, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Rio de Contas, Piatã, Itapetinga e Tremedal. Atuou ainda como Juíza Substituta de 2º Grau, até que aos 25 de fevereiro de 2008 tomou posse como Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, tendo sido promovida por antiguidade, onde iniciou integrando a Câmara Especial Transitória.

Hoje, com 10 anos integrando o colégio de desembargadores do Tribunal, a Desª. Maria da Graça exerce a 2ª Vice-Presidente deste, onde objetiva realizar trabalho de excelência nos setores sob sua gestão, buscando implementar um regime de modernidade e celeridade, sem olvidar da perfeição dos trabalhos.