Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Agência de Notícias

Buscar
BUSCA DE NOTÍCIAS
Atenção! TJBA adota Múltiplo Fator de Autenticação para acesso aos sistemas judiciais sensíveis; entenda como funciona 
14 de maio de 2024 às 11:15
Atenção! TJBA adota Múltiplo Fator de Autenticação para acesso aos sistemas judiciais sensíveis; entenda como funciona 

Com o objetivo de reforçar a segurança das informações e dos sistemas judiciais, o Núcleo de Segurança da Informação do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) informa que, em atendimento à Portaria Presidência nº 140/2024, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), todos os órgãos do Poder Judiciário brasileiro, com exceção do Supremo Tribunal Federal (STF), estão obrigados a implementar, no prazo de 90 dias, o Múltiplo Fator de Autenticação (MFA) como requisito funcional para acesso a sistemas judiciais sensíveis

A implementação do MFA é medida essencial para proteger os sistemas contra ameaças cibernéticas e garantir a integridade e a confidencialidade das informações judiciais, por isso o TJBA conta com a colaboração de todos para a adoção e o cumprimento dessa nova exigência de segurança
 

Como funciona o MFA? 

Para habilitar, será utilizado o aplicativo Microsoft Authenticator no aparelho móvel (smartphone ou tablet), que adiciona uma camada extra de segurança ao processo de login e e-mail. 

1. Instalação: primeiro, você instala o aplicativo Microsoft Authenticator no seu smartphone ou tablet, disponível tanto para Android quanto para iOS. 

2. Configuração: ao configurar uma conta para MFA, você escaneia um código QR fornecido pelo serviço que deseja proteger. 

3. Login: quando você entrar na sua conta, além de inserir sua senha, o serviço pedirá um segundo fator de autenticação. Para isso, você deve abrir o aplicativo Microsoft Authenticator, que gerará um código de segurança temporário e único. 

4. Verificação: você insere o código gerado pelo aplicativo na tela de login para completar o processo de autenticação. Como os códigos mudam a cada segundo, eles são difíceis de serem roubados ou replicados. 

Clique aqui e acesse o manual para habilitar o MFA no aparelho móvel. 

Obrigatoriedade 
· O uso de MFA é obrigatório para todos os usuários, internos e externos. 
· A habilitação do MFA é mandatória, não sendo possível optar por não o utilizar. 

Monitoramento 
· Será realizado monitoramento contínuo da eficácia das medidas de MFA. 
·Processos de revisão regulares serão adotados para garantir a atualização e o aprimoramento das políticas de MFA, conforme as evoluções tecnológicas e as novas ameaças de segurança cibernética. 

Capacitação 
· Serão desenvolvidas ações periódicas de capacitação e conscientização para todos os usuários, visando ao uso seguro e eficaz do MFA. 


Descrição da imagem: ilustrativa; plano de fundo em tons de verde, à esquerda os dizeres “Múltiplo Fator de Autenticação” e, à direita, o desenho de um computador [fim da descrição].
#pracegover #pratodosverem

Texto publicado: Ascom TJBA