Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Agência de Notícias

Buscar
BUSCA DE NOTÍCIAS
Desembargadora Cynthia Resende prestigia abertura do Fenaba em seu último dia como Governadora em exercício 
18 de maio de 2024 às 16:46
Desembargadora Cynthia Resende prestigia abertura do Fenaba em seu último dia como Governadora em exercício 

A Governadora em exercício da Bahia, Desembargadora Cynthia Maria Pina Resende; a Ministra da Cultura, Margareth Menezes; e o Ministro do Empreendedorismo, Márcio França, prestigiaram a abertura do 1º Festival Nacional de Artesanato na Bahia (Fenaba) nessa sexta-feira (17), primeiro dia do evento que vai até domingo, na Arena Fonte Nova.

A Chefe Interina do Executivo baiano entregou Carteiras Nacionais do Artesão – uma certificação emitida pelo Governo Federal – aos profissionais e viu de perto o trabalho de alguns deles, como as rendas de bilro feitas por Maria Amorim, os vasos de cerâmica de José Taurino e as toalhas de mesa de Maria dos Anjos. Eles são alguns dos 280 artesãos que expõem suas obras. Há expositores de mais oito estados e do Distrito Federal.

A Governadora em exercício enalteceu o evento. “Para mim, é uma grande honra estar hoje aqui, no meu último dia de interinidade no Governo, participando deste evento tão grandioso. Eu fiquei muito impressionada com o tamanho dos stands de vários estados. O artesanato de um povo representa, no tocante às suas variadas vertentes, a resistência, a resiliência e o empoderamento daqueles que carregam como legado ancestral a sabença do trabalho manual, ensinada a partir da infância, repassada por gerações, como verdadeira herança imaterial”, destacou a Desembargadora Cynthia Resende, que ficou no comando do Poder Executivo desde o dia 11 de maio em razão da viagem do Governador Jerônimo Rodrigues à Europa.

Ao fim do seu pronunciamento, ela ganhou de presente um balangandã da artesã Mônica, de Salvador. “O festival tem um significado muito grande. Hoje, com tudo muito industrializado, a gente tem que preservar nosso artesanato. Aqui tem coisas lindas feitas à mão e de todo tipo: cerâmica, rendas, inclusive o artesanato indígena. É uma preservação das nossas tradições e é muito importante essa iniciativa do Governo do Estado em buscar apresentar a muita gente que não sabe, aqui na capital, que nosso estado produz tanta coisa bonita artesanalmente”, pontuou.

O Fenaba é promovido pelo Governo da Bahia por intermédio da Secretaria de Trabalho, Renda, Emprego e Esporte (Setre). Além do titular da pasta – Davidson Magalhães –, estiveram presentes a Secretária de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais, Ângela Guimarães; e o Secretário de Turismo, Maurício Bacelar. O Sebrae é parceiro na realização e esteve representado na solenidade de abertura pelo economista Vitor César Ribeiro.

“A Bahia está entre os três maiores centros de artesanato do país e nós nunca tínhamos feito esse evento nacional aqui. Nós precisamos romper essa bolha”, disse o Secretário Davidson Magalhães.

“Nós precisamos tratar de toda economia gerada pelas micro e pequenas empresas, MEIs, e aí está incluído o artesanato. Qual o maior empreendedor que o artesão ou a artesã que vai no brejo, recolhe a palha, seca e trata a palha, faz o artesanato, faz a propaganda, participa de feiras e vende? Esse artesão ou essa artesã merece todo o nosso respeito”, valorizou a Diretora do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), Elizabeth Bacelar, que representou o Ministério do Empreendedorismo, visto que o Ministro Márcio França, que visitou o Festival no início da tarde, não pôde ficar para a solenidade oficial.

A Ministra da Cultura, Margareth Menezes, realçou o impacto do Fenaba. “Acho importantíssimo esse momento que se inaugura na Bahia. Nós estamos, juntamente ao Ministério do Empreendedorismo e ao Ministério do Turismo, fazendo um trabalho conjunto para colocar o Brasil, a sua cultura, a sua arte, em um lugar que merece, que é em um lugar de reconhecimento, de ser essa máquina de fomentar transformação e fortalecer essa nossa representatividade de cultura e arte. Com certeza, este é o primeiro de muitos. A tendência da Bahia é ser o que ela sempre foi: a joia da coroa na cultura do Brasil”.

A programação dos três dias inclui shows de Mariene de Castro, Paulinho da Viola, Jau, Os Autorais e Sambaiana no palco principal, além de apresentações itinerantes, stand up do influencer Matheus Buente e espaços gastronômico e infantil. A entrada é gratuita, com início às 10h.


Descrição da imagem: A Governadora em exercício apreciando obras de cerâmica, acompanhada pelo Ministro Márcio França e pelos Secretários Maurício Bacelar e Davidson Magalhães [fim da descrição]. 

#pracegover #pratodosverem

Texto publicado: Ascom TJBA