Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Agência de Notícias

Buscar
BUSCA DE NOTÍCIAS
Integrantes da equipe de transição do PJBA, da AEP-II e da área de TI participam de reunião com o CNJ
22 de dezembro de 2021 às 11:09
Integrantes da equipe de transição do PJBA, da AEP-II e da área de TI participam de reunião com o CNJ

Integrantes da atual Gestão e da Comissão de Transição  se reuniram com o Conselho Nacional de Justiça para tratar da concretização e execução dos Planos de Ação relacionados ao Tribunal baiano.  

Participaram do encontro, por parte da Comissão, os Desembargadores Pedro Augusto Costa Guerra e Paulo Alberto Nunes Chenaud; os Juízes Rita de Cássia Ramos de Carvalho, Ícaro Almeida Matos e Sadraque Oliveira Rios; e os servidores Franco Bahia Karaoglan Mendes Borges Lima, Tuany Andrade, Marcos Vinicio Brasil Alcantara, Viviane Souza Chaves e Cláudio Santos. 

Da atual gestão, participaram o Assessor Especial da Presidência II – Assuntos Institucionais, Juiz de Direito Fabio Alexsandro Costa Bastos, a Chefe de Gabinete da AEPII Maira Andrade Dapieve Miranda, o Assessor Pablo Guanais o Secretário de Tecnologia, Informação e Modernização Luis Augusto Bahiense Cardoso e o Diretor de Modernização, Fábio D’Almeida Oliveira. Também esteve no encontro, a Controladora-Chefe Fernanda Dantas. 

Por parte do CNJ, estiveram presentes integrantes da área técnica e os Juízes Auxiliares da Presidência, Alexandre Libonati de Abreu e Fábio Ribeiro Porto. 

A reunião, realizada virtualmente no dia 16/12, visou alinhar a execução das ações previstas no plano de metas, com o propósito de viabilizar a integração dos sistemas judiciários ligados à Plataforma Digital do Poder Judiciário Brasileiro (PDPJ-Br), até 30 de junho do próximo ano (2022). 

Instituída pela Resolução CNJ nº 335 de 2020, a Plataforma Digital do Poder Judiciário Brasileiro tem como principal escopo incentivar o desenvolvimento colaborativo entre os tribunais, preservando os sistemas públicos em produção, mas consolidando pragmaticamente a política para a gestão e expansão do Processo Judicial Eletrônico (PJe). 

O principal objetivo do normativo mencionado é modernizar a plataforma PJE e transformá-la em um sistema multisserviço e que garanta, ao mesmo tempo, a unificação do trâmite processual no país. 

A plataforma permitirá o oferecimento de multisserviços e com possibilidade de ser adaptada conforme necessidades e demandas específicas. Vale salientar que antes mesmo da adesão do PJBA à PDPJ, o judiciário baiano vem participando ativamente do desenvolvimento colaborativo, junto ao CNJ e outros Tribunais do Brasil.  

O PJBA já contribuiu para a plataforma nacional com Editor de Texto, Tela de Pesquisa de Documentos no PJe, Integração direta do Sinapses ao PJe, dentre outros projetos.  

Atualmente encontram-se em curso no PJBA, em fase avançada de desenvolvimento, as seguintes iniciativas: Desenvolvimento do Extrator do CODEX para o PROJUDI e Desenvolvimento do Busca Textual para o PJe.  

Saiba mais

Texto publicado: Ascom PJBA