Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Agência de Notícias

Buscar
BUSCA DE NOTÍCIAS
Núcleo Socioambiental efetua a 1ª entrega de alimentos cultivados no biênio 2024-2026 
27 de fevereiro de 2024 às 18:19
Núcleo Socioambiental efetua a 1ª entrega de alimentos cultivados no biênio 2024-2026 

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) deu início a 2024 com uma ação positiva em prol da sustentabilidade e da luta contra a fome. Por meio do Núcleo Socioambiental, coordenado pela Desembargadora Maria de Fátima Silva Carvalho, o TJBA promoveu a primeira entrega da horta no ano. A ação ocorreu no dia 22 de fevereiro e teve como destinatário o Lar VIDA, instituição localizada em Salvador. 

Os produtos doados, entre eles coentro, salsa, alface, aipim, quiabo, pimentão e couve, foram cultivados nas Unidades do Fórum Regional do Imbuí, Centro Logístico de Mussurunga e na Sede do Tribunal, na capital baiana. Estiveram presentes, além da mencionada Coordenadora do Núcleo Socioambiental, o servidor Matheus Honorato Oliveira e o representante da equipe de jardinagem, Robson Clarindo. 

Esta iniciativa, alinhada com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 2 da ONU, busca erradicar a fome e a má nutrição até 2030, garantindo acesso a alimentos nutritivos para todas as pessoas, em particular os pobres e pessoas em situações vulneráveis, incluindo crianças. Além disso, segue os Termos de Compromisso firmados neste ano com as instituições atendidas, incluindo a Casa Pia dos Órfãos de São Joaquim, onde o cultivo é voltado exclusivamente para as crianças beneficiadas e a comunidade do entorno. 

O projeto é um exemplo de compensação ambiental resultante do funcionamento do Tribunal, conforme estabelecido pela Resolução CNJ n. 400/2021, e está alinhado aos objetivos sustentáveis da Agenda 2030 da ONU e ao Plano de Logística Sustentável do TJBA. 

Esta ação reforça o compromisso do Tribunal de Justiça da Bahia, presidido pela Desembargadora Cynthia Maria Pina Resende no biênio 2024-2026, com a responsabilidade social, a preservação do meio ambiente e o combate à fome, evidenciando o papel ativo da instituição na construção de um futuro mais justo e sustentável para todos. 

Fundado em 1985, o Lar Vida atende pessoas com deficiência intelectual e tem parte significativa dos seus recursos proveniente de doações. A instituição está localizada em um sítio na Estrada Velha do Aeroporto, km 5, bairro Novo Marotinho. 

Descrição da imagem: hortaliças que serão doadas, expostas nos respectivos cestos no pátio do instituto Lar VIDA [fim da  descrição]. 
#pracegover #pratodosverem 

Texto publicado: Ascom TJBA