Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Segurança Digital

Segurança Digital

Responsável por prover soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) aderentes às políticas e estratégias do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), de modo a fortalecer o elo entre TI e o negócio, melhorando a prestação jurisdicional e tornando a justiça mais eficiente e acessível, a Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização (SETIM) está comprometida, também, em garantir a integridade dos sistemas, programas, redes e equipamentos.  

A variedade de ameaças e ataques virtuais impõe investimentos cada vez mais altos em segurança digital. A SETIM tem feito a sua parte e conta com você, magistrado e magistrada, servidor e servidora e demais colaboradores para tornar o ambiente digital do TJBA cada vez mais seguro. 
 
Conheça, nesta página, de que forma você pode colaborar. 

Segurança Digital

Por que usar?

As ameaças cibernéticas são cada vez mais frequentes, especialmente a instituições que lidam com dados sensíveis, como os Tribunais de Justiça. O uso de senhas é o método de autenticação mais comum para acesso dos usuários aos sistemas, no entanto, as senhas podem ser facilmente comprometidas por técnicas usadas pelos cibercriminosos. Já o MFA exige mais de um fator de verificação – não apenas nome de usuário e senha – o que aumenta a segurança, diminuindo a probabilidade de um ataque cibernético bem-sucedido.  

Como funciona o MFA?   

Para habilitar, será utilizado o aplicativo Microsoft Authenticator no aparelho móvel (smartphone ou tablet), que adiciona uma camada extra de segurança ao processo de login e e-mail.   

1. Instalação: primeiro, você instala o aplicativo Microsoft Authenticator no seu smartphone ou tablet, disponível tanto para Android quanto para iOS.   

2. Configuração: ao configurar uma conta para MFA, você escaneia um código QR fornecido pelo serviço que deseja proteger.   

3. Login: quando você entrar na sua conta, além de inserir sua senha, o serviço pedirá um segundo fator de autenticação. Para isso, você deve abrir o aplicativo Microsoft Authenticator, que gerará um código de segurança temporário e único.   

4. Verificação: você insere o código gerado pelo aplicativo na tela de login para completar o processo de autenticação. Como os códigos mudam a cada segundo, eles são difíceis de serem roubados ou replicados.   

Segurança Digital