Ir para o conteúdo
Buscar
NAVEGUE EM NOSSO SITE
Encontre o que deseja
Você está no perfil:

Mudar Perfil

Agência de Notícias

Buscar
BUSCA DE NOTÍCIAS
Varas do Consumidor dos Juizados Especiais, da capital e do interior, iniciam o uso de robô para a triagem inicial de processos
4 de maio de 2021 às 13:00
Varas do Consumidor dos Juizados Especiais, da capital e do interior, iniciam o uso de robô para a triagem inicial de processos

Todas as Varas do Consumidor do Sistema dos Juizados Especiais, da capital e do interior, começaram a utilizar automação e inteligência artificial para triagem inicial de processos. O robô atuará no Projudi realizando a classificação processual por tema, através do uso de múltiplos localizadores, o que vai permitir a realização de julgamento temático nessas 81 unidades.

A ação faz parte do projeto IAJUS/BA – Inteligência Artificial e Automações Inteligentes, liderado pela Coordenação dos Juizados Especiais (Coje) do Poder Judiciário da Bahia (PJBA), por meio do Núcleo de Tecnologia e Inovação. Para contemplar a Justiça como um todo, também foi desenvolvida uma ferramenta de automação semelhante para o Sistema PJe, que pode ser utilizada por qualquer unidade judicial que opera o sistema, de 1° ou 2° Grau.

Caso a unidade tenha interesse em usar este robô, basta solicitar à Coje, por meio do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA), para que as medidas necessárias sejam adotadas.

O robô analisa o conteúdo da petição inicial e, com o uso de um algoritmo, apoiado com a inteligência artificial, coloca uma etiqueta no processo quando for do sistema PJE, ou um localizador quando for do Projudi, separando-os por temas. Posteriormente, o magistrado pode buscar os processos que já estão agrupados e julgar pela mesma temática. O resultado é um melhor direcionamento das ações, mais agilidade para julgamentos e celeridade para a prestação jurisdicional.

A Coje elaborou Manuais, em vídeos explicativos, sobre o uso dos localizadores múltiplos. Acesse!

A criação de um robô, com uso de inteligência artificial, para atuar na triagem, foi iniciada na 6ª Turma Recursal dos Juizados Especiais, com implantação de projeto piloto no Sistema PJe, em dezembro de 2020. Em março deste ano, a ação se expandiu para o Projudi, com a implantação inicial nas 2ª e 8ª Varas do Consumidor de Salvador, do Sistema dos Juizados Especiais.

“O uso da automação e inteligência artificial pelo PJBA, por meio do Núcleo de Tecnologia e Inovações da Coje, iniciou em fevereiro de 2020. O projeto, batizado como IAJUS/BA, tem como objetivo prover soluções tecnológicas para apoiar o trabalho dos magistrados e servidores que utilizam os sistemas Projudi e PJe. Uma equipe multidisciplinar trabalha no desenvolvimento de soluções práticas e inovadoras”, esclarece a Coordenadora dos Juizados Especiais, Juíza Fabiana Pellegrino.

Saiba mais:

AUTOMAÇÃO E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL: ROBÔ FAZ TRIAGEM DE PROCESSOS E POSSIBILITA JULGAMENTOS TEMÁTICOS NAS 2ª E 8ª VARAS DO CONSUMIDOR DOS JUIZADOS ESPECIAIS

PROJETO PILOTO DA COJE POSSIBILITA JULGAMENTO TEMÁTICO NA 6ª TURMA RECURSAL

Texto publicado: Ascom TJBA